terça-feira, 25 de agosto de 2009

Na Ragga deste mês.

24 comentários:

Nanda disse...

Perfeito. E viva a liberdade dessa sociedade pragmática!

A Gabisa Bazar disse...

Uiiii! Parece que me vi neste texto!!! Secador, bob, touca, lenço, quanto sofrimento! Hoje aderi aos meus cachos, as vezes escovo para mudar um pouquinho... Bjs.

Nina Franco disse...

você se libertou do esconderijo que te envolvia, Cris. e hoje é assim: linda, leve e moça.

miss sil pati disse...

toda beleza e leveza de ser cabelinha, sim agora curto cada segundo da praticidade dos fios curtos. tão lindo ver os cachinhos crescendo e seguir contra a expectativa alheia. hj não mais a moça do cabelo legal, hj eu e ponto final, ou melhor reticências etc e tal. viva a liberdade!

Lucia Biancarde disse...

Eu que quase não tenho cabelos(rsrsrsrsrs) amei seu texto!
É isso, cabelo pode ser a moldura do rosto, mas antes tem de ser a moldura da alma.
Me sinto leve, livre e solta com meus 3 fios, bem curtos!
Bjos Pequena.

Virgínia Milagres disse...

Às vezes é preciso tirar para se tonar maior é melhor... Muitas vezes menos é mais! Assumir a personalidade que grita na alma nos torna senhores de nós mesmos e não mais bonecos guiados pelo mundo!
Beijos,
Virgínia

MALU, SIMPLES ASSIM disse...

Adorei! Por que será que tem tanta gente que tem medo de deixar o cabelo mais curto, hein? Acho que não custa tentar, nem que seja só pra variar um pouquinho o penteado, hehe.
Bjs.

Cláudia Paulino disse...

Cris, me identifiquei muuuito com o seu texto, já me senti assim também, tentando atender a expectativa do mundo !!! Demorei pra aceitar os meu cachinhos e demorei pra aceitar que não precisava de "um cabelão" pra ser feminina e atraente... me senti mais leve e "livre da pressão do mundo machista" !!! Não deixo crescer por nada... adoro a nuca de fora, me sinto mais leve, mais livre, amis solta e... muito feminina !!! Adooorei o texto !!!
Beijos

Gabi disse...

Cris,
Me sentia exatamente assim, "presa" pela obrigação ter cabelos lisos, perfeitos, fosse pela progressiva ou por horas em frente ao espelho passando chapinha!!!
Há 3 semanas, cortei o meu cabelo bem curtinho, igual ao seu. Que sensação MARAVILHOSA de liberdade. Finalmente, estou livre!

Amei o seu texto, pois me vi inteiramente nele!

Beijos

Lulu disse...

Eu tenho cabelo liso escorrido, mas pefiro mantê-lo bem curtinho. Faz parte da minha personalidade! Já cortei igual ao seu.
A propósito, adorei o texto.

;)

Deveria estar estudando disse...

Sósia do Keith Richards foi ótemoooo!
Ótimo texto.
Você é estilo puro.
bjks. Mel

a_girl_feeling disse...

Sensacional Cris!! Qdo eu crescer quero ser como vc!! bjssss

Regiane disse...

Fiz o inverso a você... sempre tive cabelos curtos e ADORAVA! E agora estou deixando crescer, vamos ver até quando. Rsrsr

Dani Guimarães disse...

Como sempre, você explicitando o que a gente não dá conta de dizer.
Parabéns pelo texto.

Marília disse...

Me vi aí.
Antes, não saía de casa de cabelo molhado. Não podia pegar vento nem receber cafuné. Meu cabelo tinha uns cachos que nunca estavam como eu queria, e às vezes até trocar de roupa bagunçava tudo e me deixava descabelada.
Há mais de um ano cortei curto, e o que eu sinto, é tudo aquilo que você escreveu.

Cury disse...

Adorei seu texto, mas a coluna ficou pequenininha dessa vez...
Agora, conta pra gente, vai... o que você faz no seu cabelo todos os dias?
Conta como você faz pra ele estar assim tão bonitos todo dia.
Beijos!

Rafael Freitas disse...

Eu ri [muito] do momento Keith Richards.
Bacaníssimo, como sempre!

beijo, Cris.

Marcela disse...

Eeeeeeeeeeu me vi neste texto Cris!
Cortei o cabelo curto já faz aproximadamente um ano...

Curto, curtinho mesmo, um pouquinho maior que o teu...E a sensação que tive foi esta mesma que acabaste de descrever...Tirar o peso da expectativa!

Tu és ótima, cada dia me torno mais e mais tua fã!

Um beijo de uma ex ondulada e agora "curta" felizz!!!

Marcela

G disse...

Gente, eu amei esse texto, principalmente pq meu cabelo tem quase 1 metro. hahahaha e não consigo me imaginar de cabelo curto. mas serviu de incentivo, quem sabe um dia...

Ma disse...

Oi!
Nossa, lindo demais isso... Me fez refletir mto...
Beijo!
E feliz dia!

Sissi disse...

Bonito demais, Cris! Exatamente como aconteceu comigo.

NAY BAZAR disse...

E AÍ TD BOM?
ADOREI O BLOG

ME LINKA

http://naybazar.blogspot.com/

BJU

Thais disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Thais disse...

Linda a sua sensibilidade! És muito mais q uma blogueira fashion, Cris!... vc encarnou a possibilidade de cada pessoa ser bonita com suas próprias qualidades, sem ter que ser como fulana ou ciclana... e além dessa contribuição valiosíssima para a sociedade - em minha opinião - vc ainda nos inspira todos os dias com suas roupas, bolsas, sabatos e principalmente óculos lindos!
Q Deus te conserve a saúde e te mantenha assim: feliz... simples!
Estive em BH pela primeira vez, a trabalho, e deu uma vontadinha de te conhecer... impossível, né?! Se o Brasil todo bater na porta da lápis vc irá perder o emprego, rsss :)
Bjinhooo