sábado, 29 de novembro de 2008

Um caminhão de solidariedade em BH.

A Rosa Barcelos, da Luiza Barcelos, me enviou a seguinte carta da Jamef:

Com os últimos acontecimentos em Santa Catarina, a Jamef Transportes está envolvida na campanha de socorro, realizando o transporte de doações para essa região. Lembrando que os moradores das cidades perderam tudo e precisam de doações que atendam a diversas necessidades imediatas:

- alimentos não perecíveis e prontos como biscoitos, enlatados, barras de cereais, sucos, leite, leite em pó etc.
- produtos de higiene pessoal como papel higiênico, pasta de dente, escova de dente, pentes, absorventes, sabonetes, xampus etc.
- roupas de frio, roupas de baixo (lingeries, meias), sapatatos, bolsas etc.
- roupas de cama: lençóis, cobertores, fronhas, toalha de banho, travesseiros etc.

A Jamef vai disponibilizar uma carreta para coleta de donativos na Av. Olegário Maciel em frente a Igreja Universal (próximo ao Diamond Mall). Ela partirá na segunda feira à noite (1º de dezembro) e estará no mesmo local durante todo o final de semana.

A empresa também se oferece para coletar doações nas empresas que se disponibilizarem a juntar donativos.

Vamos nos ajudar pessoal. Somos todos irmãos aqui na terra.

Atenciosamente,
Ana Paula Silva
Comercial Interno
Fone 31-2102-8811
Fax 31-2102-8802

12 comentários:

Ma disse...

O brasileiro, de uma forma geral, tem isso de lindo... solidariedade...
Que bom entrar aqui e só ver coisa legal, bonita...
Ganhei meu dia!
Vc é um exemplo, Cris!
Grande beijo e bfs!
Marília

By Mari Molina disse...

Essa é a maior demonstração de amor e união entre os povos. Somos todos filhos da mesma terra. Parabéns à iniciativa da Jamef, que encontrou o seu apoio, Cris.
Super beijo

Nikky disse...

Blumenau é minha cidade do coração, não estou lá agora, mas todos os meus parentes e amigos estão lá... bem!! Mas vivendo um cenário de guerra.. obrigada por usar seu blog, tão famoso no meio, para incentivar doações!!

beijos
Monike

Trama Atelier disse...

Cris,
a nossa Igreja, arrecada roupas,sapatos e acessorios durante o ano todo para um grande bazar no final do ano que seria realizado dia 21/12. Decidimos doar tudo para Santa Catarina. Levaremos amanha mesmo para o caminhão. Valeu pela dica.

Solidariedade nunca sai de moda.

Beijos,
Mariane

Karina disse...

Nossa, fico feliz que mesmo de longe vc está se mobilizando pelo povo catarinense.
Sempre leio o seu blog (AMO!) e agora mais do que nunca vou divulgá-lo.
Aqui em SC não se fala em outra coisa... moro no sul de SC (região que apesar de muita chuva, não teve a calamidade do Vale do Itajaí) e todos estão arrecadando donativos e enviando para lá.
tenho amigos que estão trabalhando como voluntários, outros acolhendo em suas residências aqueles que perdereram suas casas.
Dizem que a situação é pior do que a que aparece na TV.
é de chorar mesmo!!
bjs

Renata Rocha disse...

F.E.N.O.M.E.N.A.L !!!!
Estava a procura de uma forma de doar alimentos. Ja havia feito deposito na conta da defesa civil, porem incredula pq sei la se utilizarao o dinheiro para isso mesmo, mas queria ajudar com alimento. Bom saber que agora tenho como !
Que Deus abencoe a Luiza Barcelo, bem como aqueles que ela mobilizou para ajudar, com certeza Deus abrira muitas portas para todos.
Bjos

hectoplasma disse...

Eiii tudo bem?
Adorei o teu espaço, vi o programa Sem Censura, e anotei o endereço do teu blog AMEIIII, aqui...

Graças a Deus o povo brasileiro é bem solidario... pretendo mesmo fazer uma doação pela conta da defesa civil, acho que se cada um ajudar um pouco, o Brasil vai superar essa, e vai ser exemplo de solidariedade.

Beijinhos
E parabéns pelo blog, ahh to doida pra ler o livro.

Regina disse...

Cris,

Me comove muito como nestas horas nós, brasileiros, nos ajudamos.
Eu estou com uma sacola enorme na mala do carro para doar.
O brasileiro tem essa coisa bonita. Apesar de vivermos em um país tão desigual.
Eu moro em Florianópolis e aqui a chuva foi intensa, mas não castigou tanto.
Mas a quantidade de pessoas que me ligaram, me chamaram no MSN para saber se eu estava bem...nossa! indescritível.
Nessas horas temos que dar as mãos mesmo. Começar do zero , perder tudo, é muito dolorido. Mais ainda é perder familiares.
Vamos ajudar mesmo gente. A gente vê na TV e acha que já tem muito, mas não tem. Agradeço de coração a todos que estão se mobilizando pelo nosso estado.

Cris, e pra você eu desejo uma ótima semana, repleta de sorrisos!
Ps: Estava lendo seu livro, e tem um capítulo que você fala de seu pai. Nossa! É como estar vendo as mesmas coisas que vivi. A TV também reinava absoluta. Até quando ele estava dormindo, se fossemos desligar a TV ele, acordava e dizia: Tô assistindo.
Perdi muito para ela. Quando ele estava partindo (da mesma doença que seu pai) nós nos aproximamos e isso me deu paz. Fiquei devendo para ele assistir uma corrida de F1. Ele era apaixonado.

Um beijo no coração.

Karlany disse...

Olá Cris,
Vi o Sem Censura...emocionante a sua história e impressionante a forma como você a conduze. Tive que aguardar o dia seguinte, ansiosamente, para acessar o seu blog. Um luxo! Adorei! Parabéns....
Quero ler o livro, quando você lança aqui no Rio?
Bjocas e ótima semana!
Karlany Soares
www.sserpress.blogspot.com

forum disse...

Acho ótima toda essa mobilização mas até agora não vi ninguem se preocupando com os animais, pedindo doações de ração etc... E nos bichos ninguem pensa?

Dri_ disse...

Pra quem interessar, essas informações são do blog da Fal Azevedo:

"(...) Mas enfim, a Cora falou, a Jã me escreveu pra reforçar e eu acho que não existe causa mais meritória: os bichinhos de Santa Catarina também são vítimas da tragédia e a gente vive esquecendo deles.

Bianca, da ONG Viva Bicho
(47) 8425-1459 | 9903-5441

Para ajudar a ONG com doações em dinheiro: (porque nessas horas, meus caros, a gente pecisa mesmo é de grana)

Banco do Brasil Ag. 1489-3 cc 20793-4
Associação Viva Bicho
CNPJ 06 156 776 / 0001 - 81"

nona e eu disse...

gostei muito do seu blog, tambem postei sobre a ajuda a sc, se todos ajudarmos eles certamente logo, logo irao se reerguer! abraços