quinta-feira, 8 de julho de 2010

Outro texto escrito para a revista Encontro.

Clique aqui para ler online.

17 comentários:

Roberta disse...

Sim para a vida!!!!!!!!
Sim para o amor!!!!
Sim para nossos sonhos!!!!
Sim para os amigos!!!!!
Sim para nós mesmos!!!!!
Beeeeeeijos!

Ana Carolina disse...

BRAVO!! Bravíssimo! Um dos seus melhores textos que eu já li!

Sim! Continue sempre com seus sins, Cristiana Guerra!

Beijos

Lelle disse...

É Pequena, já roubei um pedaçinho. Beijo procê, no Cisco e na Mãe Odette.

Marcelo Nocetti disse...

adoro seu blog

xoxo m.
http://voguepragarotos.blogspot.com/

Laura de Oliveira disse...

Oi Cris,

Faz é tempo que eu não comento. Meu pai morreu, entrei no mestrado, meu filho de 2 anos, o Samuel, também resolveu me falar nãos, comecei a trabalhar, reforcei NA MARRA a necessidade de engolir os nãos... nem sei bem se você se lembra de mim, mas, não é mesmo isso que importa.

Eu chorei quando li seu texto, parece que ele foi escrito pra mim: não pra necessidade de descansar e pra vontade de correr riscos são nãos pra felicidade que, cansada de tentar ficar bem pertinho, vai indo embora nos pequenos gestos de silêncio.

É difícil mudar quando a vida resolve dar muitas rasteiras seguidas. Mas, é mais difícil ainda deixar de navegar. Navegar é preciso. É preciso sim ;_)

BjO

Laura

PS: Cris, minha tia é casada com o Euder! Sabe quem? Seu médico homeopata! Fiquei tão feliz quando ele me falou isso, que é seu médico!!! hahaha graças a Deus pela infantilidade de fà que eu ainda tenho em mim. Graças a você.

"Dri" disse...

Esse texto ficou show. Tb gostaria de ter pastilhas de SIM na bolsa. rs***
bjim

NiNah disse...

Sim. Amo o que você escreve.
BjAs

Helena Lino disse...

Lindo texto, muita parecido com minha realidade, infelizmente... adoroseus textos!

LUARES DE LILITH disse...

É sim.
É sim.
É sim.

brechó superbonita disse...

Que lindo Cris!

Beijos

http://brechosuperbonita10.blogspot.com

Jade Santos disse...

Ahh Cris, queria tanto ouvir HOJE um sim que espero a tanto tempo!!! Você me deixou emocionada. Esse é seu talento.
E na delicadeza das suas palavras, digo sim ao seu blog todos os dias e um sim enorme a você por ser tão especial pra nós.
Eu faço propaganda de vc aqui em Maceió, rs.
Beijos.

Leca disse...

Cris...
Parabéns...de novo...
Te deixo um poema...da grande Florbela Espanca...que adoro...
beijos...
Leia...é lindo...

Conto de fadas

Eu trago-te nas mãos o esquecimento
Das horas más que tens vivido, Amor!
E para as tuas chagas o ungüento
Com que sarei a minha própria dor.

Os meus gestos são ondas de Sorrento...
Trago no nome as letras duma flor...
Foi dos meus olhos garços que um pintor
Tirou a luz para pintar o vento...

Dou-te o que tenho: o astro que dormita,
O manto dos crepúsculos da tarde,
O sol que é de oiro, a onda que palpita.

Dou-te, comigo, o mundo que Deus fez!
Eu sou Aquela de quem tens saudade,
A princesa de conto: "Era uma vez..."

Florbela Espanca

Urso e Florzinha disse...

Desculpa Cris, eu já tinha lido, já tinha repassado pra minha empresa em peso... só não tinha comentado!!!
Ah que maravilha, posso comentar agora!!! ADORO!!!
Aprendi de +ou- 1 ano pra cá a treinar o sim. Tblho há 8 anos e meio na mesma empresa, e com muitos "sins" tenho conquistado milhões de coisas boas que deixei de conquistar com os nãos que fui culturalmente ensinada a dizer!
Talvez se eu tivesse lido esse texto há mais tempo eu já seria mais feliz!

josi stanger disse...

Sim Cris, seu texto é lindo e suave, coisa boa ler assim assim sem pressa e pensar com calma nos sins e nãos que guardei hoje, e venho guardando... Tenho um menino de 4 anos e uma menina de dez... nãos sõa palavras fáceis no meu vocabulário ultimamente...

Lembra uma musica da Marisa Monte

Sim, são três letrinhas
Todas bonitinhas
Fáceis de dizer
Ditas por você
Nesse seu sim, assim

Outras três também
Representam não
Que não fica bem no seu coração

Sim, são três letrinhas
Todas bonitinhas
Fáceis de dizer
Ditas por você
Nesse seu sim, assim

Outras três também
Representam não
Que não fica bem no seu coração

É minha canção resto de oração
Que fugiu da igreja
Não quis mais do vinho
Foi tomar cerveja
Voltou ao jardim

E tá esperando gente
Que só disse sim

E tá esperando gente
Que só disse sim

E tá esperando gente
Que só disse sim

Beijinho Cris!
Josi

Denise disse...

Cris,
Amei!
O escrito é um decifrador
para a minha confusão de não saber mais:
quando sim é SIM
quando não é NÃO,

Um Beijão,
e continue sendo SIM feliz...
Denise

Marlla Farias disse...

Texto SIMplesmente genial!
Um brinde aos "sins"!!!
Bjs

Nínive Lage disse...

"- Francisco, dá um pipoca para o amiguinho.
- Não, obrigado."

Hilário.

Você escreve de mais menina...